Ilustrar reducao de gastos no condominio

Redução de Gastos no Condomínio: Saiba como fazer de forma inteligente

Reduzir gastos no condomínio é uma procura frequente e também uma dor de cabeça comum em todo os síndicos.

O atual cenário da pandemia nos ensinou a reduzir custos em muitos aspectos do nosso cotidiano. 

E a gestão de condomínios não fugiu desse fantasma. É preciso cortar gastos onde for possível.

Vamos então mostrar um checklist de medidas que você pode adotar no seu condomínio para reduzir gastos e potencializar seus resultados como gestor.

Dicas rápidas para reduzir gastos no condomínio  

  • Saiba onde estão os seus gastos 
  • Utilize a tecnologia como aliada para a gestão 
  • Substitua equipamentos antigos por novos equipamentos inteligentes
  • Utilize mais recursos sustentáveis 
  • Realize a redução da folha salarial.
Saiba onde estão seus gastos 

Saber onde estão os seus maiores custos é o primeiro passo para reduzir os gastos, não só do condomínio, mas para qualquer situação em que se aplique a gestão.

Comece por mapear e construir gráficos ilustrando onde o dinheiro está sendo mais injetado.

A partir do levantamento, faça uma comparação com o cenário ideal de como deveria ser o seu orçamento de contas. Quais aspectos estão tomando mais recursos do que deveriam?

Sabendo onde os recursos estão sendo distribuídos de forma desbalanceada podemos aplicar um corte de gastos mais eficaz.

Utilize a tecnologia como aliada para a gestão

Perder horas debruçado sobre incontáveis folhas de papel, fazendo contas e planejando reduções de gastos, era uma atividade que no passado se mostrava eficiente.

Hoje em dia está totalmente ultrapassada. Atualmente temos no mercado inúmeros softwares e aplicativos para smartphones e computadores para auxiliar na comunicação e facilitar a gestão.

A antiga técnica de colocar todos os gastos na ponta do lápis hoje em dia é, no mínimo, um tempo que não foi bem aproveitado.

Substitua equipamentos antigos por novos equipamentos inteligentes

Equipamentos antigos e ultrapassados podem ser grandes inimigos na redução de custos.

Por isso vale a pena fazer uma revisão no seu condomínio para conferir se todas os equipamentos estão atualizados com a melhor versão possível.

Por exemplo, você sabia que um arejador de torneira reduz em até 80% o gasto de água por minuto? E melhor ainda: quanto maior a pressão, maior a economia.

Mesmo com a constante inovação em equipamentos e versões com mais economia, ainda existem condomínios que usam lâmpadas de acendimento manual e torneiras do modelo antigo.

Utilize mais recursos sustentáveis

Recursos sustentáveis parecem ser um artifício muito caro no primeiro momento e não ser de grande ajuda na hora de reduzir gastos. Porém seu maior valor está ao longo do tempo.

A pesquisa da Absolar mostrou que painéis solares podem reduzir até 95% do valor da conta de luz. Desse modo, usando estes painéis, em 5 anos você terá economizado mais do que o valor de instalação dele.

E a vida útil de cada painel é cerca de 25 anos. Você terá 20 anos de conta de luz reduzida em 95% com o uso de energia solar. Uma boa pedida, certo?

Temos também a reutilização de água cinza para descarga, captação de água da chuva e muitos outros artifícios sustentáveis. Portanto é só tomar o primeiro passo e economizar!

Realize a redução da folha salarial

Na maioria dos condomínios a folha salarial é responsável pela maior parte das contas.

Portanto realizar um corte na folha salarial seria o cenário ideal para reduzir gastos no condomínio.

Entretanto, em um ambiente como um condomínio alguns serviços não podem faltar.

A portaria não pode ficar vazia, a piscina precisa estar limpa, os corredores bem apresentáveis. E por aí vai.

Porém funcionários com muitas horas extras podem acabar sendo um peso muito grande na hora do fechamento de contas. Além disso a reposição de funcionários em folgas, faltas, férias, licenças e afastados é outro fator que deixa o cenário ainda pior.

Portanto a redução deve ser feita para cortar ao máximo o número de horas extras, sem deixar que o serviço seja feito. Neste momento uma dica valiosa é a terceirização.

Terceirizando o serviço podemos fazer o corte de gastos com encargos fiscais, contratações e desligamentos, reposição de funcionários e funcionário folguista.

Assim o síndico-gestor fica com mais tempo livre para focar no que realmente importa: gerenciar o condomínio.

A redução de folha salarial é um assunto delicado, mas a Nova Service tem a solução ideal para você e seu condomínio. Entre em contato com nossa equipe e tire suas dúvidas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima